terça-feira, 2 de junho de 2009

Encontrando as nossas raízes

Nós que fazemos o blog Povo do Axé e, com licença antecipada de todos, incluindo nossos leitores, ficamos muito felizes de ver nossa dedicação dar frutos. Uma de nossas leitoras e excelente blogueira, ótima fonte, nos informou que encontrou suas raízes no Candomblé através dos posts com os babalorixás e ialorixás de Pernambuco. Seu avô, de quem só ouvia belas histórias saudosas, é um dos queridos zeladores pernambucanos citados na postagem anterior.

Nosso objetivo é exatamente este. Não de fazer propaganda de quem quer que seja pois, sem crítica implícita à forma de divulgação que muitos membros da nossa religião fazem uso, nosso retorno é contabilizado em satisfação e no reconhecimento de que Pernambuco para o Candomblé é uma grande fonte de conhecimento e tradições seculares. Queremos ser pontes.

Nosso povo é do Axé, assim como nosso país inteiro. Por isso lançamos as atenções a nações, costumes e personalidades de fora também. Fortaleçam laços, procurem conhecer a sua história, levantem informações, respeitem e valorizem suas raízes.

Aproveitamos para agradecer a presença de pessoas que entram em nosso blog vindos de todo o Brasil e do exterior. São irmãos dos Estados Unidos, México, Costa Rica, Uruguai, Argentina, Portugal, Espanha, Suíça, Bélgica, Inglaterra, Croácia, Polônia, Japão e Nova Zelândia, entre outros que não contabilizamos.

Um grande abraço e pedimos bênçãos e colaboração de todos.

Na foto, um belíssimo baobá plantado na Praça da República, centro do Recife.

Um comentário:

Espaço Virtual Luz Vida disse...

Léo, sem palavras pela ajuda que vc me deu através de teu blog, e pode ter certeza que qdo eu for a Recife, além de claro ir conhecer meu avô Pau Zezo, vou fazer qeustão de conhecer vc também.

Xerosss